Tudo o que você precisa saber sobre produtor digital!

17 minutos para ler

A transformação digital modificou completamente a maneira como as empresas lidam com os consumidores e também os relacionamentos dentro da sociedade. Ou seja, quase tudo ao nosso redor foi alterado pelos avanços tecnológicos e pela presença cada vez mais constante dessas ferramentas em nossas rotinas, criando funções como o produtor digital.

Afinal, qualquer pessoa agora tem acesso ao maior canal de comunicação no momento: a internet. Dentro desse cenário, novos tipos de produtos foram surgindo para atender às demandas de quem frequenta o ambiente digital. Quem entende esse novo tipo de comportamento pode acabar se beneficiando dessa tendência e criando o próprio negócio.

Ficou curioso e quer saber um pouco mais sobre o assunto? Então, você está no lugar certo! Preparamos este artigo completo com tudo o que você precisa saber sobre um produtor digital, do surgimento do termo, passando pelas suas características, até as vantagens de desenvolver produtos digitais dentro da sua área de atuação.

Continue a leitura para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto!

Quando e como surgiu o termo ‘produtor digital’?

Com os avanços da tecnologia cada vez mais constantes e afetando diretamente a forma como nos relacionamos em sociedade, novos cargos, funções e profissões foram surgindo. A popularização da internet, por exemplo, permitiu que distâncias geográficas fossem reduzidas e novas formas de aprendizado e trabalho aparecessem, fortalecendo o empreendedorismo.

Inicialmente, os principais materiais e conteúdos disponíveis na internet eram adaptações do que foi produzido anteriormente para os canais tradicionais, como livros ou mesmo programas de televisão. Ou seja, era uma nova forma de ter acesso às informações que já existiam, não inserindo nada de inovador nesse tipo de conteúdo.

Aos poucos, porém, mais pessoas passaram a entender sobre a internet, novos recursos foram surgindo, e a conexão se tornou cada vez mais próxima. Além disso, a popularização de computadores, tablets e smartphones permitiu um acesso mais fácil e barato aos recursos, para começar a não depender dos produtores tradicionais de conteúdo.

Começa, assim, a despertar nos usuários da internet o interesse por produzir os seus próprios materiais. Afinal, se, antes, era preciso ter uma equipe de filmagem e diversos equipamentos para gravar um programa, por exemplo, agora tudo se tornou mais simples, com o poder de criar os seus próprios conteúdos desde um simples smartphone.

Dessa forma, começa a surgir o termo “produtor digital”, que é o indivíduo que faz materiais voltados para as plataformas online em formatos diversos, como vídeo, imagens, texto e ilustrações. Com o interesse de mais pessoas por esses conteúdos, esse profissional passou a ser mais valorizado, começando, aos poucos, a transformar essa atividade em dinheiro, o que é chamado de “monetizar”.

Afinal, se a televisão vende os seus produtos e uma editora comercializa as suas revistas e livros, por que você não pode fazer o mesmo? Assim, mais pessoas se engajaram na possibilidade de criar um negócio digital, passando a complementar seu salário ou mesmo depender completamente da renda gerada pelas vendas dos seus produtos, criando um novo tipo de profissional no mercado.

O que é, realmente, um produtor digital?

Mas, na prática, o que é um produtor digital? Qualquer pessoa que disponibilize suas criações na internet? Na realidade, é um pouco diferente, já que, para ter sucesso nessa área, não basta criatividade para fazer um vídeo, por exemplo. A organização e o planejamento são fundamentais para conquistar aquilo que se deseja nessa empreitada.

Estar familiarizado com termos do Marketing Digital, por exemplo, é um passo fundamental para entender o que explorar entre as demandas dos consumidores e, assim, criar um produto único, exclusivo ou mesmo inovador para os usuários. Afinal, a internet está repleta de conteúdos e informações, sendo preciso muito trabalho para se destacar.

Portanto, um produtor digital é alguém com conhecimento sobre um assunto específico que pode ser compartilhado com outros usuários na internet para ensinar sobre o tema ou mesmo solucionar problemas. O seu hobby é cozinhar? Criar um canal no YouTube ou um blog com receitas caseiras, por exemplo, é um exemplo de produto digital.

O mesmo vale para um professor que, nas horas vagas, quer se dedicar a um assunto mais específico que lhe desperta maior interesse ou sobre o qual tem um domínio mais amplo. Para se tornar um produtor digital, ele pode não só disponibilizar vídeos no YouTube, como também criar um curso online próprio para compartilhar seu conhecimento.

Em resumo, esse profissional cria produtos específicos para o ambiente digital e consegue monetizar essa operação. A partir da sua autoridade e conhecimento, mais pessoas vão conhecendo o seu trabalho, e, na teoria, as suas chances de sucesso também se ampliam, criando um ciclo de crescimento para o seu negócio digital.

Quais são as principais características desse profissional?

Você já sabe o que ele faz, certo? Que tal, então, entender melhor quais são as características necessárias para desempenhar essa função com eficiência e ter sucesso dentro desse segmento de atuação? Para isso, separamos o que é mais importante para que um produtor digital consiga se destacar em um mercado tão competitivo. Confira!

Ter facilidade em transmitir suas ideias

A característica mais importante de um produtor digital é, sem dúvidas, conseguir transmitir as suas ideias com facilidade. Afinal, o grande desafio para esse profissional é mostrar ao usuário que o que está oferecendo é, de fato, importante. Tudo isso só vai acontecer se ele tiver a capacidade de passar a mensagem com a precisão necessária.

Por mais brilhante que seja uma ideia, ela só vai ter o reconhecimento devido quando for executada, certo? E, para isso acontecer, é preciso que o público entenda a mensagem que você está passando. Esse pensamento vale não só para a divulgação, mas também para os materiais e conteúdos que você produz e compartilha.

Demonstrar originalidade

Por mais que os canais digitais possibilitem a redução das distâncias geográficas entre as pessoas, eles também aumentam a quantidade de potenciais concorrentes disputando a atenção e os recursos dos consumidores. Sendo assim, todas as suas mensagens devem ser as mais originais possíveis, criando algo diferente para cativar os usuários.

Afinal, com tantas informações disponíveis na internet, não basta investir em uma estratégia de SEO (Search Engine Optimization) ou de links patrocinados. Os usuários são bombardeados por inúmeras informações ao longo do dia, e é justamente a originalidade que vai fazer com que os seus materiais se destaquem dos demais.

Dominar o assunto escolhido

Além disso, é fundamental ter conhecimento sobre o assunto que vai abordar. De nada adianta criar uma grande ideia, conseguir vender bem e, na prática, não apresentar conteúdos que sejam realmente interessantes e resolvam os problemas do seu público-alvo, por exemplo. O domínio do conhecimento é, portanto, peça-chave nesse processo.

Juntando a originalidade e a capacidade de transmitir a sua mensagem com materiais ricos em assuntos realmente interessantes, a tendência é que o produtor digital consiga sobressair em relação à concorrência. Ser uma autoridade no assunto que está abordando vai fornecer a credibilidade necessária para convencer o usuário de que o seu material é, de fato, útil.

Especialmente nos momentos iniciais, em que a relação não é tão próxima entre as duas partes, esse fator é vital para alcançar o sucesso. A melhor estratégia de Marketing Digital não vai sustentar nenhum negócio a longo prazo se, na prática, o produto oferecido não for de qualidade. Dominando o tema, a tendência é que os conteúdos sejam mais ricos.

Ser comprometido com suas obrigações

Não é porque você trabalha de casa utilizando o seu computador que a organização não é uma característica fundamental. Aliás, ela se torna ainda mais importante dentro desse cenário, já que o seu sucesso depende exclusivamente do seu desempenho para criar, promover e vender o seu produto digital. Sem planejamento, as coisas se complicam.

Quando a sua autoridade ainda não é tão reconhecida no setor e você ainda tem poucos produtos lançados, o comprometimento se torna essencial. Afinal, com a organização em dia, seguindo cada etapa de desenvolvimento, a tendência é que o produtor digital consiga chamar e fidelizar a atenção dos consumidores.

Estar disposto a aprender mais

A transformação digital e os diversos avanços tecnológicos modificaram completamente a forma como as empresas precisam se comportar para atrair mais clientes, certo? Não é diferente quando falamos em um produtor digital. Afinal, ele é o dono do seu próprio negócio e precisa ficar atento ao mercado e a suas tendências e novidades.

Portanto, por mais que você já domine um determinado assunto, é importante sempre correr atrás de mais conhecimento, seja para aprimorar o que conhece, seja para adicionar novos conceitos e habilidades ao seu repertório. Esse trabalho de aprimoramento vai garantir que o seu negócio acompanhe as mudanças da sociedade.

Assim, a tendência é que o seu material sempre seja relevante e de acordo com as demandas e objetivos dos consumidores. Um determinado formato de conteúdo está fazendo mais sucesso? Avalie se o seu público-alvo se encaixa nesse perfil e tente implementar essa novidade no seu negócio. Aprender é sempre importante para quem quer se destacar no mercado.

Powered by Rock Convert

Estar aberto para parcerias

Outro ponto importante para atentar se quiser aparecer ainda mais nos diferentes canais digitais é a abertura para parcerias e colaborações. Como falamos anteriormente, por mais que existam táticas orgânicas, como o SEO, ou pagas para destacar o seu produto na internet, as parcerias talvez sejam o método mais eficiente para atrair clientes.

Um termo muito comum quando falamos em produtos digitais é “afiliado”. Na prática, ele é um outro profissional que trabalha nos canais digitais, mas que utiliza o seu conhecimento das redes sociais, como o Facebook, e dos usuários em cada uma delas para divulgar um trabalho. E como ter sucesso no Marketing de Afiliados? A ideia é promover um produto ou serviço que possa ser atrativo para quem acompanha seus perfis.

O produtor digital precisa, portanto, estar disposto a trabalhar com outras pessoas para alcançar o sucesso. Afinal, o investimento não precisa ser tão grande e, quando falamos em conteúdos bastante segmentados, os afiliados podem se tornar excelentes propulsores do seu negócio, ajudando na divulgação e em fazer de você uma autoridade no mercado.

Quem pode ser e como atuar como produtor digital?

A boa notícia é que qualquer pessoa pode ser um produtor digital. Afinal, a internet está repleta de oportunidades para serem aproveitadas. Especialmente para quem se encaixa nas características acima, essa é uma excelente oportunidade de trabalho.

O único ponto que é extremamente necessário é o conhecimento específico sobre algum assunto, mas a diversidade dos interesses nos canais digitais permite que esse conhecimento seja sobre qualquer tema.

Um professor, por exemplo, pode usar os seus anos de estudo para criar um novo método de ensino ou apenas desenvolver produtos sobre um assunto específico. A oportunidade, porém, é a mesma para quem tem o hobby de cozinhar.

Portanto, é um espaço bastante democrático, com opções para todos os públicos e interesses. Absolutamente tudo que é feito com qualidade ou originalidade tem o seu espaço na internet.

Porém, como falamos nas características mais importantes desse profissional, o planejamento é fundamental para atuar como produtor digital. Por isso, separamos alguns passos a serem seguidos ao avaliar a possibilidade de desenvolver um produto próprio e lançá-lo ao mercado.

Uma ideia brilhante pode fracassar caso o seu planejamento não seja o adequado e você não tenha avaliado cada tópico com precisão. Confira, então, o que fazer para atuar como um produtor digital.

Desenvolva uma ideia

O primeiro passo é desenvolver uma ideia: transformar uma habilidade ou conhecimento em algum projeto, tirando aquele conceito do papel e colocando-o em prática para dar início à criação de um produto. Liste as suas habilidades, os seus conhecimentos e os assuntos de que você gosta e/ou que domina, para que possa entregar um bom resultado.

Analise o mercado

Com o segmento definido, é hora de analisar o mercado em que você pretende entrar. Vai criar um curso online sobre Marketing Digital? Então, é preciso entender como outros produtores digitais já estão se comportando, quais as abordagens e os assuntos comentados, enfim, o que já é entregue ao seu público-alvo.

Entenda as dores do seu público

Após entender como funciona o seu segmento e quais as estratégias adotadas pelos seus futuros concorrentes, é hora de avaliar os seus clientes em potencial. Estude ao máximo o perfil de quem você quer impactar, entenda as suas dores e o que eles procuram nos produtos que já estão sendo oferecidos no mercado.

Defina um diferencial

Pode ser a sua originalidade, pode ser o tom de voz, pode ser a qualidade das imagens, enfim, as opções são muitas, porém, é importante encontrar um diferencial para o seu produto digital. Assim, fica mais fácil se diferenciar e se destacar dos demais na hora de convencer o consumidor de que o seu produto é, de fato, a melhor opção.

Estruture o seu produto

Em seguida, entra a etapa mais técnica, com as definições de quais vão ser as abordagens utilizadas, o formato, as formas de divulgação, nome, enfim, a criação, de fato, do produto digital que você vai oferecer. Faça um planejamento de ações a serem tomadas e também realize alguns testes antes de finalizar o lançamento do produto.

Promova nos canais certos

Com o produto digital pronto, é preciso saber onde divulgá-lo; afinal, ele não vai se vender sozinho. Por isso, defina os canais de comunicação mais propícios para impactar o seu público-alvo, conte com parceiros — como afiliados — e divulgue o seu conteúdo para começar a atrair possíveis interessados em se tornar clientes.

Estipule metas e objetivos

Outro fator importante é determinar quais objetivos você quer alcançar. Assim, o sucesso ou fracasso do seu negócio pode ser acompanhado com métricas precisas, resultados realistas e de acordo com o mercado de atuação. Dessa forma, também é possível focar estratégias para cumprir determinadas metas.

Monitore e aprimore

Engana-se quem pensa que o trabalho acabou quando o produto é lançado. Agora, é hora de monitorar o desempenho do que você produziu — ou seja, quantos clientes baixaram o seu e-book ou compraram o curso? Estava de acordo com as suas métricas e objetivos? O que pode ser melhorado? Busque o feedback e encontre formas de aprimorar.

Quais tipos de produto desenvolver?

Mas e na hora de colocar a mão na massa? Quais são os formatos que podem ser utilizados para se tornar um produtor digital? Novamente, a vantagem são as inúmeras opções disponíveis, que podem se adequar a seu público, objetivo ou mesmo suas preferências. Separamos os principais tipos de conteúdo utilizados no mercado. Confira!

Arquivos para download

O formato mais comum dos produtos digitais é fornecer arquivos para download, criando uma landing page, por exemplo, para que o usuário acesse, conheça o conteúdo, se inscreva — ou pague uma taxa — e baixe o produto em seu computador. O mais importante é atrair o lead para aquela página, com uma campanha prévia muito forte.

Os produtos mais comuns são e-books (em formato PDF ou EPUB), aulas em formato de vídeo, palestras gravadas, estudos, infográficos e até mesmo softwares e ferramentas. De acordo com o seu conhecimento e os interesses do seu público, você vai determinar qual o modelo ideal para conseguir resultados satisfatórios.

Sites com conteúdo privado

Outro formato são os endereços privados, ou seja, que o usuário só pode acessar com uma senha entregue mediante a compra do curso, por exemplo. Ele pode funcionar como um blog, em que o produtor deixa todos os conteúdos disponíveis para quem comprou a assinatura e pode sempre ficar informado sobre os assuntos mais importantes.

Dentro dessa página, o produtor pode colocar todos os seus materiais para acesso dos clientes. Nesse caso, é importante contar com uma plataforma que facilite todo o seu trabalho, como a PerfectPay, que permite um maior controle sobre o seu produto, além de tornar a divulgação mais eficiente. Isso otimiza e automatiza a sua rotina de trabalho e permite que você se concentre na produção e criação de materiais relevantes.

Quais são as vantagens em investir em produto digital?

Você já sabe o que é um produtor digital e as principais características desse profissional, certo? Listamos, também, os passos mais importantes para se destacar nessa função e os diversos formatos de conteúdo que você pode criar. Para completar, reunimos as vantagens de investir na criação de um produto digital. Confira!

Liberdade para criar o seu produto

A principal vantagem de trabalhar como produtor digital é a liberdade para criar os seus próprios conteúdos; ou seja, escolher em qual área atuar, qual público vai tentar conquistar etc. Assim, além da liberdade criativa, a tendência é que você tenha um prazer maior em exercer suas funções, já que o tema é algo de que gosta.

Autonomia

O produtor digital também tem maior autonomia não só na hora da criação, mas para a organização da sua agenda e dos seus compromissos profissionais. Como citamos, é importante ter comprometimento com a causa, já que o seu sucesso depende da sua organização. Portanto, por mais seja uma vantagem, a autonomia também é um desafio.

Concorrência menor

Muita gente se questiona se é melhor ser produtor digital ou afiliado. Nesse caso, a vantagem para o produtor é justamente a concorrência menor pela atenção do consumidor. Afinal, o conteúdo criado, especialmente aqueles originais e criativos ou bastante segmentados, tende a se destacar dos demais, enquanto o afiliado disputa com outros profissionais os produtos para trabalhar e também os canais de divulgação.

O produtor digital é, portanto, uma profissão que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado, se beneficiando dos avanços tecnológicos para promover os seus produtos e conquistar relevância, autoridade e um público fidelizado. Com tanta concorrência na disputa pela atenção dos consumidores, é fundamental ser criativo e inovar o seu trabalho.

Agora que você já tirou todas as suas dúvidas sobre o assunto e sabe o que faz um produtor digital, que tal ajudar outras pessoas a solucionar os seus questionamentos? Para isso, basta compartilhar este conteúdo em suas redes sociais e garantir que seus amigos e outros profissionais também conheçam as características desse novo profissional no mercado!

Saiba como a PerfectPay ajuda seus produtores a colocar mais dinheiro no bolso!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário